Quinta, 12 Agosto 2021 11:20

O abismo na educação em um mundo pós-pandemia Destaque

Com a pandemia ocasionada pelo coronavírus, o mundo vem passando por experiências totalmente novas na convivência em sociedade. Essa diferença tornou-se nítida nas escolas, principalmente com a adaptação ao ensino remoto e ao ensino híbrido.

Durante o processo que passamos nesses dois anos, os professores e os alunos tiveram que se adaptar ao ensino a distância. A partir daí, podemos ver os resultados em dois grupos de alunos: os que tiveram facilidade com esse tipo de ensino e os que tiveram uma defasagem na construção dos conhecimentos.

Diversos fatores favoreceram um aprendizado maior do que o esperado para alguns alunos, como por exemplo, um acompanhamento mais próximo por parte da família. Porém, a dificuldade no acesso às tecnologias digitais, a falta de acompanhamento do aluno pelos responsáveis e a falta de recursos que pudessem acolher as crianças com dificuldades cognitivas, ocasionaram um abismo na educação dos alunos, até mesmo dentro da própria escola.

Com o retorno ao ensino presencial, muitos professores já sentem o impacto desse aprendizado desigual. Por exemplo, um professor que sempre ministrou aulas no 3º ano, percebe que o nível de conhecimento de um aluno que iniciou o ano 2020, é diferente do aluno que está iniciando o ano de 2022.

Esses professores também já sentiram que os alunos estão mais imaturos, menos focados e com maior dispersão. E agora? Como recuperar as aprendizagens e favorecer um bom desempenho durante o ano.

Em primeiro lugar, planejando as ações com antecedência. As aulas precisam evidenciar o diálogo para que o professor realize uma avaliação diagnóstica da sua turma e das características de cada aluno e, em seguida, identifique com clareza quais habilidades e competências ele pode desenvolver.

Também é válido conversar com os professores da série anterior daquele aluno e construir uma ponte de conhecimentos de um ano para outro. Isso facilitará a retomada, no início do ano, daquelas aprendizagens mais essenciais e que serão pré-requisitos da nova série.

Essas ações precisam estar cuidadosamente descritas no planejamento escolar. Dessa forma, isso fará com os percalços sejam minimizados e que os alunos tenham um alinhamento com os conteúdos que serão desenvolvidos. 

Lembrando que a Dibbi também está aqui para te ajudar nesse processo. Para saber mais sobre como podemos ajudar a escola onde você atua, clique aqui

Ler 89 vezes

 

Somos uma plataforma com ferramentas para gestão do setor pedagógico da sua escola.


 

Links úteis

Institucional